Cidades Destaques

SSP lança hoje sistema de bloqueio imediato de celulares roubados, furtados ou extraviados

De acordo com o secretário de Segurança Pública do Amazonas, Sérgio Fontes, os aparelhos celulares são os objetos mais roubados nas ruas de Manaus.
Redação
Postado por Redação

A Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) lança, nesta sexta-feira (10), o sistema de bloqueio de celular, que permitirá o bloqueio imediato de aparelhos móveis roubados, furtados ou extraviados ainda na realização do registro de ocorrência nos distritos policiais. A ação é uma parceria entre a SSP-AM com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), através do Cadastro de Estações Móveis Impedidas (CEMI).

O objetivo é inibir os roubos de celulares em Manaus, já que os aparelhos serão bloqueados no prazo entre seis a 24h. Atualmente, esse serviço de bloqueio pode ser feito pelo cliente com a operadora, de forma mais burocrática. Com a adesão do Amazonas a esse sistema, a vítima do crime ganhará mais agilidade nesse processo

De acordo com o secretário de Segurança Pública do Amazonas, Sérgio Fontes, os aparelhos celulares são os objetos mais roubados nas ruas de Manaus e o objetivo do sistema de bloqueio é tirar o valor desses aparelhos que são vendidos para bocas de fumos ou ainda para terceiros sem nenhuma comprovação de origem.

“O Sistema já foi implantando em outras capitais e reduziu esse tipo de roubo, que tanto incomoda o cidadão”, afirmou.

Como vai funcionar

A vítima de roubo, furto ou extravio, deve apresentar os seguintes documentos para a realização do bloqueio: Cópias da RG; CPF, Comprovante de residência, CNPJ e Comprovação de vinculo (em caso de pessoa jurídica), e preencher um formulário autorizando esse bloqueio. O sistema funcionará de segunda a sexta-feira nos 30 Distritos Integrados de Polícia (DIP’s), no horário de 8h às 17h, bem como em sistema de atendimento em plantão 24h, que funciona nos seguintes DIPs: 1º; 6º; 9º; 10º; 12º; 14º; 15º; 19º DIP’s, além das Delegacias Especializadas em Apuração de Atos Infracionais (Deaai), em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca) e a de Crimes contra a Mulher (DECCM).

Com informações da assessoria

Comentários

comentários




Sobre o autor

Redação

Redação

Deixe um comentário

error: Conteúdo protegido!