Brasil

Adolescente é apreendido suspeito de planejar atentado a escolado: ‘Queria uma escola nazi’

Foto: Reprodução

Uma investigação da Embaixada dos Estados Unidos e do Ministério da Justiça levou a Polícia Civil de Goiás a apreender um adolescente de 16 anos, na quinta-feira (27), suspeito de planejar ataques a escola de Goiânia. A apreensão se deu por prática de ato infracional análogo ao crime de racismo.

Segundo a polícia, ele foi liberado, mas vai responder pelo crime de racismo e deve ser acompanhado, a partir de agora, pelo Conselho Tutelar e Ministério Público.

A delegada de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), Marcella Orçai, disse que o adolescente admitiu ser racista e que admira a doutrina nazista.

No celular do adolescente, segundo a polícia, foram encontrados inúmeros indícios de participação em grupos que planejam massacres a escolas, além de apoio a ações e doutrina nazista.

Os policiais encontraram na residência anotações e desenhos feitos à mão de cunho violento e que enaltecem o nazismo por meio de mensagens e símbolos.

As informações são do G1