Afeam e FPS oferecem linhas de crédito para empreendedores da Cidade Nova

Foto: Tácio Melo/Secom

As linhas de crédito e microcrédito da Agência de Fomento do Estado do Amazonas S.A. (Afeam) e Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS) estão sendo oferecidas no Centro de Convivência da Família Padre Pedro Vignola, na Cidade Nova, até o dia 24 de março. Com valores até R$ 21 mil, os financiamentos são voltados para empreendedores das mais diversas áreas da economia, sejam empresas formalizadas ou profissionais autônomos.

A ação faz parte do programa “Muda Manaus”, do Governo do Estado, que será realizado em abril na Cidade Nova, zona norte da capital amazonense. Em três edições anteriores, a Afeam já atendeu 142 empreendedores dos bairros Amazonino Mendes (Mutirão), Jorge Teixeira e Monte das Oliveiras, somando mais de R$ 632 mil em financiamento.

“O nosso microcrédito é aquele crédito de no máximo R$ 21 mil. Estamos atendendo tanto o trabalhador autônomo, aquela pessoa que é informal, que não tem empresa, quanto a pessoa que já é formalizada e tem a sua empresa, o MEI (Microempreendedor Individual) e aqueles que já têm a micro e pequena empresa também”, explicou o técnico de fomento da Afeam, Carlos Radamês.

Com o atendimento realizado no Centro Padre Pedro Vignola desde a segunda-feira (9), a instituição estadual já recebeu 78 empreendedores interessados no financiamento.

Oferecendo crédito de R$ 200 a R$ 2 mil, o FPS também recebe propostas de empreendedores no Centro de Convivência nesta quinta e sexta-feira (12 e 13), das 9h às 16h.

“Nós estamos desenvolvendo uma ação de crédito para aquelas pessoas que querem começar um negócio próprio, que desenvolvem alguma atividade de maneira informal, como por exemplo venda de bolo, artesanato ou qualquer atividade nesse segmento. O valor do nosso financiamento, que é em parceria entre o Governo e a Afeam, é de R$ 200 e no máximo de R$ 2 mil”, destacou a técnica do FPS, Thaiza Barrros.

A vendedora de cosméticos autônoma Francisca de Carvalho esteve no Centro de Convivência nesta quarta-feira (11), interessada no microcrédito do FPS.

“Eu estou há um ano parada, sem a venda, mas eu já vendia há 10 anos. Como eu adoeci, eu parei, mas a esperança é renovar tudo de novo, porque para mim foi sempre um bom ganho que eu tive enquanto eu estava vendendo. Eu penso que a gente tendo um pouco de esforço, a gente pode conseguir o que quer. Eu vi a faixa aí na frente e vi uma esperança para mim. Vim saber pelo menos como é e o que a gente pode fazer”, relatou a vendedora.

Como acessar – Para obter o crédito oferecido pela Afeam ou FPS, os empreendedores precisam apresentar documentos pessoais e comprovante de residência. Se o local de trabalho não for a residência, é necessário comprovante do ponto comercial e, caso seja alugado, apresentar contrato de aluguel ou declaração do dono do imóvel.

Para Pessoa Jurídica, os órgãos exigem espelho do CNPJ; se for MEI, a declaração de Mircroempreendedor Individual; e se for micro ou pequena empresa, apresentar o contrato social ou a declaração de empresário, inscrição estadual e municipal e comprovantes de endereço.

“Todos os financiados pela Afeam têm que passar por um treinamento básico, um curso que o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) ministra, ensinando como a pessoa pode administrar o seu próprio negócio e como fazer a sua contabilidade, para a pessoa ter uma chance maior de sucesso no seu empreendimento”, esclarece o técnico da Afeam.

(*) Com informações da Secom