Cidades

Agência bancária, trator, viaturas, ambulância, ônibus; ataques deixam rastro de destruição

foto: reprodução

Os estragos deixados pelos ataques de criminosos ao patrimônio público formam rastro de destruição como em agência bancária, ônibus, viaturas de polícia, trator e até ambulância do Serviço de Atendimento Móvel e Urgência (Samu). Os chamados, segundo o Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBM-MA) que trabalha em várias ocorrências, começaram por volta da meia noite deste domingo (5), tendo início em ônibus sendo incendiados.

Segundo informações ainda extraoficiais, uma séria de ataques foram feitos no bairro Compensa, já na manhã deste domingo (6), onde uma agência bancária do Bradesco na rua Amazonas, e um distrito de obras na rua São João. O vereador Capitão Carpê (Patriotas), esteve no Distrito de Obras da Prefeitura de Manaus, localizado na Compensa onde o trator foi queimado.

 

Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), ao todo, 14 ônibus e duas viaturas foram incendiadas. Os incêndios em veículos ocorreram em diversos bairros de Manaus, dentre eles Planalto, Petrópolis, Santa Etelvina, São José 2, Novo Aleixo, Cidade de Deus, Japiim, Tarumã Açu, Jorge Teixeira, Armando Mendes e Flores. Também houve violência no interior, em Parintins e Careiro Castanho.

O Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas, por meio do disque-emergência 193, registrou, entre a noite deste sábado (5) e a madrugada de hoje (6), 17 ocorrências de incêndio em Manaus. De acordo com o Centro de Operações Bombeiro Militar (Cobom) foram contabilizados 16 incêndios em veículo, um em comércio e outro em um transformador de energia elétrica.

A motivação das ações de vandalismo se deu em razão da morte de um traficante. Informações iniciais, levantadas pelo departamento de inteligência da SSP-AM, apontam que a ordem de depredação partiu de um presídio. Os nomes dos mandantes também já estão sendo levantados e estes serão, posteriormente, transferidos para um presídio federal.