o homem ficará custodiado na carceragem da 63ª DIP, à disposição da Justiça -foto: divulgação/PCAM

Policiais civis da 63ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Pauini, cumpriram na tarde da última sexta-feira (28), mandado de prisão preventiva por estupro de vulnerável em nome de um agricultor de 33 anos, denunciado por abusar sexualmente das enteadas dele, de 9 e 16 anos, naquele município.

De acordo com a equipe da 63ª DIP, as investigações em torno do caso foram iniciadas após denúncia de que o homem havia estuprado a enteada dele, de 9 anos, em agosto deste ano. Ao longo das diligências, os policias civis identificaram, também, que no ano de 2015, o infrator havia cometido o mesmo crime contra a irmã da vítima, que na época tinha 13 anos.

“Em agosto deste ano, o infrator aproveitou a ausência da mãe da criança e passou a cometer o ato libidinoso. Ele tocou nas partes íntimas da criança e xingou com palavras de baixo calão a vítima. Após essas informações, requisitamos o exame de conjunção carnal que constatou o estupro. Diante disso representamos à Justiça o pedido de prisão preventiva”, explicou um policial civil da 63ª DIP que participou da ação.

A ordem judicial em nome do infrator foi expedida no dia 27 de setembro deste ano, pelo juiz Jean Carlos Pimentel dos Santos, da Vara Única da Comarca de Pauini. O agricultor foi indiciado por estupro de vulnerável. Ao término dos procedimentos cabíveis, o homem ficará custodiado na carceragem da 63ª DIP, à disposição da Justiça.

Com informações da assessoria