Cidades Educação

Aluna da UEA tem artigo aprovado em fórum internacional

Cristiane avalia que essa é uma excelente oportunidade para apresentar o artigo e interagir com outros especialistas da área- foto: Joelma Sanmelo
Redação
Postado por Redação

A aluna do 9° período do curso de Engenharia Elétrica da Escola Superior de Tecnologia da Universidade do Estado do Amazonas (EST/UEA), Cristiane Figueira Brasil, teve o artigo aprovado no Brazilian Power Electronics Conference – COBEP 2017, de conceito Qualis B1.

O trabalho tem como tema o “Estudo Comparativo de Baterias de Chumbo-ácido e Baterias de Fosfato de Ferro de Lítio usadas em Sistemas Micro-grids” e foi orientado durante 3 meses pelo professor Charles Melo, coordenador de iniciação cientifica da Escola Superior de Tecnologia (EST) e do curso de Engenharia de Controle e Automação e Engenharia Mecatrônica na UEA.

O Brazilian Power Electronic Conference é um dos mais importantes fóruns brasileiros para pesquisadores em potência eletrônica e a 14° edição é organizada pela Sociedade Brasileira de Energia Eletrônica (SOBRAEP) e Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). A conferência será realizada de 19 a 22 de novembro de 2017 na cidade de Juiz de Fora, estado de Minas Gerais (MG). O evento está sendo organizado por alguns professores e pesquisadores associados ao Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica (PPEE) da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) em cooperação com a equipe Sobraep.

Cristiane avalia que essa é uma excelente oportunidade para apresentar o artigo e interagir com outros especialistas da área, fortalecendo a capacitação como discente para participações tanto na indústria como em pesquisas no Amazonas, tendo em vista que pretende prosseguir com essa área após formação acadêmica.

Além disso, a aluna avalia que o prestígio profissional proporcionado pelo artigo irá abrir portas para um programa de mestrado e doutorado de conceitos elevados, para futuramente, concorrer a uma posição de docente.

Conceito Qualis

O Qualis-Periódicos é um sistema usado para classificar a produção científica dos programas de pós-graduação no que se refere aos artigos publicados em revistas científicas. A classificação de periódicos é realizada pelas áreas de avaliação e passa por processo anual de atualização. Esses veículos são enquadrados em estratos indicativos da qualidade – A1, o mais elevado; A2; B1; B2; B3; B4; B5 e C.

Com informações da assessoria

Comentários

comentários


Deixe um comentário