Amazonas

Amazonas pode ter 3ª onda de covid-19, em 60 dias, diz secretário

Fotos: Diego Peres/Secom

O secretário de Saúde do Amazonas, Marcellus Campêlo, afirmou nesta quarta-feira (7) que o Amazonas pode viver uma 3ª onda da covid-19, daqui a 60 dias. Apesar de não mostrar nenhum estudo técnico sobre a afirmação, tanto o secretário, quanto o governador Wilson Lima, se baseiam no recrudescimento dos casos na Europa. Nas duas primeiras ondas, o Amazonas sofreu aumento, 60 dias após o pico no Velho Continente. As informações são do G1.

“Existe um delay de 60 dias entre a Europa e o Amazonas. Mas isso depende muito das medidas que são tomadas, principalmente, em relação ao comportamento social. Temos que ter um comportamento social de prevenção, usar máscara e evitar aglomerações, porque isso nos garante uma não-contaminação. Agora, isso também é relativo. Veja que na onda passada passamos de abril e maio até novembro sem um aumento na alça epidêmica”, explicou o governaodor Wilson Lima.

O secretário Marcellus Campelo falou que o Estado continua preparado. “Não é um plano do governo, da Secretaria de Saúde, mas é um plano da sociedade para o enfrentamento da pandemia. Estamos preparando esse plano como dever da prudência. Temos que ter prudência, temos que ter um plano. Estamos vendo os números agravando na Europa e a dinâmica do vírus foi, na primeira e na segunda onda, Europa – Amazonas – Brasil. Não tem indicador que diga que não será dessa forma também. Estamos otimistas com os números da vacinação, mas é preciso ter um plano e alertar a população para manter as medidas de segurança”, destacou o secretário.

Da redação – Portal Manaus Alerta

Deixe um comentário