Educação

Ano Letivo de 2021 da rede estadual é aberta com jornada pedagógica sobre o projeto ‘Aula em Casa’

Foto: Diego Peres/Secom

O governador Wilson Lima deu início, nesta segunda-feira (8), ao ano letivo de 2021 com a realização da Jornada Pedagógica para mais de 21 mil professores, gestores e pedagogos do Estado, por meio do Centro de Mídias de Educação do Amazonas (Cemeam), da Secretaria de Estado de Educação e Desporto (Seduc). A jornada consiste em preparar os profissionais sobre a grade curricular e o novo formato do projeto “Aula em Casa”, que será utilizado no retorno às aulas, a partir do dia 18 de fevereiro, junto aos alunos da capital e interior.

“Hoje o Estado do Amazonas começa a sua jornada pedagógica, que é a preparação dos professores para o início do Ano Letivo, que será a partir do próximo dia 18. Isso é importante, levando em consideração o momento de pandemia que nós vivemos e a utilização de uma estratégia diferente dos outros anos, é um aprimoramento do que aconteceu em 2020, com o ‘Aula em Casa’, que são as aulas transmitidas através dos multicanais da nossa TV Encontro das Águas e também com alguns recursos de aplicativos e de sites”, destacou o governador Wilson Lima.

Neste ano, o projeto terá três canais de televisão simultâneos, um voltado para os conteúdos dos Anos Iniciais, outro direcionado a estudantes dos anos finais e modalidade Educação de Jovens e Adultos (EJA) e, por fim, um terceiro com as aulas para o Ensino Médio. Fora isso, os alunos também poderão acompanhar as transmissões pelo YouTube e pelo aplicativo oficial do “Aula em Casa”, como no ano passado.

O governador afirmou que, para este ano, foram realizados investimentos fundamentais para os estudantes como a compra de fardamento, kits escolares para os alunos, professores e pedagogos.

“Fizemos um investimento para a compra de fardamentos e também a aquisição de material, que não acontecia há muito tempo e, tão logo nós voltarmos às aulas presenciais, esse fardamento e também esse material serão distribuídos para os alunos da rede estadual”, disse o governador.

Retorno seguro 

O governador Wilson Lima enfatizou que o retorno presencial às salas de aula vai depender da evolução do cenário epidemiológico.
“Todas as decisões que estamos tomando são medidas responsáveis, garantindo a segurança sanitária tanto dos alunos quanto dos professores. Vamos continuar trabalhando para ampliar a nossa rede, encontrando alternativas para que ninguém fique sem as atividades letivas nesse período e, tão logo a gente tiver a segurança necessária, vamos voltar de forma gradual, seguindo todos os protocolos estabelecidos pelos profissionais da área da saúde”.

‘Aula em Casa’ 

Assim como foi em 2020, as secretarias de Educação continuarão disponibilizando os conteúdos do projeto “Aula em Casa” nas plataformas digitais, tais como Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), Saber+ e Plataforma Educação. A grande novidade para 2021 ficará por conta da criação do Caderno Digital. Em 2020, o projeto permitiu que mais de 200 mil alunos mantivessem suas rotinas de estudo, mesmo estando em isolamento social, por meio das plataformas digitais.

A ferramenta estará disponível para os professores e estudantes da rede pública, que deverão utilizá-la para exercitar e reforçar os conteúdos trabalhados no projeto. No Caderno Digital, eles encontrarão: link de acesso às videoaulas, síntese dos conteúdos, dinâmica interativa e atividades complementares, dentre outros materiais de apoio.

Em Manaus, o caderno será distribuído de maneira on-line e, nos municípios do interior do estado, de forma física. A ideia é que a novidade ajude a alcançar ainda mais alunos, nesta retomada do “Aula em Casa”.

“A grande novidade é o novo formato dado ao ‘Aula em Casa’. É uma versão atualizada e renovada para 2021, que deve incluir, além de cadernos digitais para serem distribuídos para todos os alunos da capital e do interior, também a gravação de podcasts para serem distribuídos para as rádios do interior, para que possamos atingir os alunos de todas as comunidades do interior com o programa”, frisou o secretário titular da Seduc, Luis Fabian Barbosa.

Investimentos em materiais didáticos

O Governo do Estado está investindo, neste ano, na aquisição de materiais pedagógicos, que já estão disponíveis a toda a comunidade escolar e que poderão auxiliar nessa fase de ensino remoto com o “Aula em Casa”.

Pela primeira vez, em mais de 10 anos, haverá material didático específico e inédito para a Educação de Jovens e Adultos (EJA), que foi totalmente reformulada, assim como material paradidático para estudantes de Ensino Médio focando nos exames vestibulares e no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Novas escolas de Tempo Integral 

Para este ano, o Governo do Amazonas deve inaugurar mais cinco escolas de tempo integral, sendo quatro no interior. Nos dois últimos anos, o Governo do Estado esteve presente nos 61 municípios com intervenções em mais de 300 escolas.

Com informações da assessoria