Polícia

Antes de matar amigo da ex, suspeito perguntou se ele gostava de ‘mexer’ com mulher casada

Rodrigo foi indiciado por homicídio duplamente qualificado, por motivo torpe e emboscada- foto: Erlon Rodrigues
Redação
Postado por Redação

Rodrigo Rufino de Castro, de 19 anos, foi preso na avenida Autaz Mirim, na última sexta-feira (4), em cumprimento a mandado de prisão pela autoria da morte de Denner Pinheiro de Souza, 23, ocorrida no dia 4 de março deste ano, na rua Aristides Rocha, bairro Petrópolis, Zona Sul de Manaus.

De acordo com informações do delegado Jeff David Mac Donald, titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), a ordem judicial em nome de Rodrigo foi expedida no dia 27 de março deste ano, pelo juiz Anésio Rocha Pinheiro, da 2ª Vara do Tribunal do Júri.

Ciúmes

Jeff David Mac Donald explicou que Rodrigo cometeu o crime motivado por ciúmes da ex-companheira, uma jovem de 21 anos. O delegado informou que o suspeito estava tentando reatar o relacionamento amoroso com a jovem, porém acreditava que a garota estava se relacionando com outros indivíduos.

O titular da DEHS esclareceu que no dia do crime o suspeito pegou o celular da ex-companheira e enviou mensagens, por meio de um aplicativo, para diversos rapazes se passando pela garota e Denner respondeu, achando que estava falando com a jovem.

Mensagem

“Assim que Denner respondeu a mensagem, Rodrigo marcou um encontro com vítima em frente à casa da garota. Na ocasião, antes de Denner chegar no lugar, o infrator agrediu fisicamente a jovem e a trancou em um dos quartos da residência e aguardou a vítima chegar. Quando Denner chegou ao local, Rodrigo perguntou se era ele que gostava de mexer com mulher casada e efetuou três tiros em direção à vítima”, relatou o delegado.

A autoridade policial informou que, após atingir a vítima, Rodrigo entrou novamente na casa e disse à jovem que tinha matado o rapaz. Depois que saiu do imóvel, o infrator efetuou mais dois disparos de arma de fogo em Denner e fugiu com o veículo da vítima, que foi encontrado dois dias depois do crime, no conjunto Águas Claras, bairro Cidade Nova.

No prédio da DEHS, Rodrigo foi indiciado por homicídio duplamente qualificado, por motivo torpe e emboscada. O infrator será encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), no quilômetro 8 da rodovia BR-174  onde irá permanecer à disposição da Justiça.

Com informações da assessoria

Comentários

Deixe um comentário