Antes de ser morta, vítima de feminicídio deixou carta para o ex

(Foto: Reprodução)

Vítima de feminicídio, Luciana Rodrigues Ramos foi estrangulada, teve o corpo queimado e largado em uma mata no último dia 5 de dezembro, em Cascaval, no Paraná. As informações são do Portal Metrópoles.

A mulher, de 36 anos, foi vítima do ex-marido, Gilmar Ramos, um anos mais novo que ela. Segundo o site Universa, Ramos foi preso no dia 12 de dezembro e vai responder pelo crime.

Pouco depois de a polícia ter encontrado o corpo de Luciana, a filha dela, de 18 anos, encontrou em casa uma carta que a mãe tinha escrito para o ex. Nas redes sociais, a irmã da vítima publicou fotos do texto. No papel, Luciana escreveu sobre a história do casal e ainda falou do medo que tinha do companheiro.

Quando tomei a iniciativa de te pedir para a gente morar junto, acreditei que apesar de todas as coisas que me falaram de você, não era verdade, pois para mim você era diferente”, começou. “Você não sabe o quanto dói saber que quem você ama é capaz de te dar um beijo, uma facada nas coisas e dizer que te ama”, escreveu.

FONTE: Metrópoles