Anvisa aprova uso definitivo da vacina Pfizer no Brasil para imunização em massa

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou nesta terça-feira (23) o registro definitivo da vacina contra Covid-19 fabricada Pfizer e pela BioNTech. Até então, as vacinas contra a covid-19 que haviam sido aprovadas no Brasil era apenas para uso emergencial. A aprovação é um grande passo para imunização em massa.

Entre as duas que haviam recebido autorização emergencial estavam a Coronavac, do Butantan e da Sinovac, e a Covishield, da Universidade de Oxford e da AstraZeneca. A Fiocruz, que produz esta segunda no Brasil, também já solicitou o registro definitivo, mas ainda não foi autorizado.

O diretor presidente da Anvisa, Antonio Barra Torres, declarou o seguinte. “Informo com grande satisfação que, após um período de análise de 17 dias, a Gerência Geral de Medicamentos, da Segunda Diretoria, concedeu o primeiro registro de vacina contra a Covid-19, para uso amplo nas Américas”.

A Anvisa considerou que o imunizante “teve sua segurança, qualidade e eficácia, aferidas e atestadas” pela equipe técnica. O registro definitivo autoriza que a farmacêutica venda doses para aplicação em massa em toda a população brasileira, no entanto, o laboratório ainda não assinou o contrato de venda com o Ministério da Saúde e não há doses suficientes disponíveis.

Da redação – Manaus Alerta