Política

Ao rebater Bolsonaro, TSE afirma que nunca houve nada de anormal com sistema eleitoral

Foto: Antonio Augusto/Ascom/TSE

Em nota divulgada nesta quinta-feira (5), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rebateu os argumentos usados por pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para, em seu entendimento, provar que houve fraude nas eleições e que o sistema eletrônico de votações, hoje vigente no Brasil, não é seguro.

Bolsonaro argumentou que uma resposta do próprio tribunal, em 2018, admite a vulnerabilidade do sistema porque hackers teriam acessado o código-fonte dos programas e, com isso, poderiam ter alterado o resultado.

Leia a matéria completa no Metrópoles, parceiro do Manaus Alerta.