Pelo segundo ano consecutivo, pais e responsáveis de estudantes da rede pública de ensino do Amazonas não precisaram enfrentar filas nas portas das escolas para conseguir uma vaga.