Após morte da mãe, mulher de Nem da Rocinha pede para ser solta para cuidar da filha

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Os advogados de Danúbia de Souza Rangel, mulher do traficante Antônio Francisco Bonfim Lopes, o Nem da Rocinha, entraram com um habeas corpus no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro pedindo que a cliente seja solta. O principal argumento utilizado pela defesa é de que a filha de Danúbia e Nem, que tem 8 anos, está sem responsável legal após a morte da avó materna no mês passado.

A mãe de Danúbia, Maria das Graças de Souza, de 63 anos, faleceu de pneumonia no último dia 21 de janeiro. Era ela quem cuidava da neta.

Os advogados contestam, no habeas corpus, decisão da Vara de Execuções Penais (VEP) do Rio que negou liberdade condicional à Danúbia e pedem que o benefício seja concedido.

Confira a matéria completa no Metrópoles, parceiro do Manaus Alerta