Casco naufragou próximo a Maués matando três pessoas - foto: divulgação

Uma tragédia levou a morte de uma avó e seus dois netos pequenos após uma embarcação de pequeno porte naufragar no interior do Amazonas. O fato aconteceu no final da manhã da última sexta-feira (14), no igarapé do Castanho, afluente do rio Limão Grande, que fica na Zona Rural de Maués (distante 260 km de Manaus).

De acordo com informações da Folha de Maués, o naufrágio foi provocado por um forte temporal que atingiu aquela região. Entre as vítimas estão uma mulher de 55 anos, identificada como Suberlândia e duas crianças, Arthur de 3 anos e Larissa de 2 anos.

O fato foi testemunhado por moradores da Comunidade Ribeirinha Novo Alvorecer, que fica nas proximidades, também dentro do rio Limão Grande, como é o caso do pescador Adiel Pereira, que era vizinho das vítimas e inclusive foi quem encontrou os corpos primeiro.

Adiel relata que saiu para ver sua família na margem do rio, quando se deparou com casco e emborcado e próximo estava o corpo de dona Suberlândia. Imediatamente chamou o irmão para ver e constaram que a senhora já estava morta. Logo depois encontraram o corpo de Larissa.

Após avisar as autoridades foram iniciadas as buscas por Arthur, que só foi encontrado na manhã deste sábado. “Nenhum dos três sabia nadar. Foi um choque bem grande para nós e principalmente para família deles, porque era os únicos filhos que tinham”, contou Adiel.

As vítimas eram moradoras da comunidade Indonésia e teriam ido fazer uma visita em uma comunidade vizinha, na embarcação movida a remo. Os corpos foram resgatados e removidos para o Hospital Geral Francisca Dinelli na Cidade de Maués, na sede do Município.

Por Joandres Xavier – Portal Manaus Alerta