Após série de adiamentos, Butantan apresenta dados de eficácia da CoronaVac para registro da vacina na Anvisa

Foto: Peter Ilicciev/Fiocruz

Representantes do Instituto Butantan e do governo de São Paulo apresentam nesta quinta-feira (7) os dados sobre a eficácia dos testes clínicos feitos no Brasil da vacina CoronaVac, desenvolvida pelo instituto em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac contra a Covid-19.

Os dados, de acordo com o G1, serão divulgados em coletiva de imprensa do governo paulista na sede do Instituto Butantan, com participação do governador paulista, João Doria (PSDB), e de secretários do governo paulista.

Por questões de sigilos contratuais, o governo de SP diz que não pode antecipar quais foram os índices obtidos no Brasil, mas, de acordo com o revelado pelo secretário da Saúde, a vacina não atingiu 90% de eficácia nos testes que foram feitos.

Os resultados deveriam ter sido divulgados no dia 23 de dezembro, mas foram adiados pela segunda vez pelo governo paulista. Antes, a previsão era de que eles fossem conhecidos no dia 15 daquele mês.

Segundo o governo de SP, a fase 3 dos testes da CoronaVac no Brasil registrou pelo menos 170 voluntários contaminados.