Artistas cadastrados no mapeamento são beneficiados com cestas básicas, em Manaus

Foto: Michael Dantas
Manaus Alerta
Postado por Manaus Alerta

Na tarde desta quarta-feira (24), o Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, entregou 153 cestas básicas a artistas cadastrados no mapeamento realizado para traçar o cenário atual da cadeia produtiva e nortear as ações emergenciais. As doações foram recebidas da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) e da empresa LG. A entrega ocorreu no Centro Estadual de Convivência da Família Padre Pedro Vignola, no bairro Cidade Nova; e no Salão Solimões, anexo ao Centro Cultural Palácio Rio Negro, no Centro.

Segundo o titular da pasta, Marcos Apolo Muniz, com base nesse levantamento, no total, já foram doadas 622 cestas básicas, além de 110 kits com peixes, frutas, legumes e verduras. Ele destacou que o Teatro Amazonas segue como ponto de arrecadação de alimentos e itens de limpeza e higiene.

As entregas podem ser feitas de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, no sistema de drive-thru (entrega das doações sem que seja preciso sair do carro) para minimizar o contato com os doadores.

“É um espaço central e simbólico na cidade que facilita a entrega de doações e serve como referência em muitas das lives solidárias que os artistas realizam”, explicou o secretário. “Também temos canais de atendimento para ajudar os artistas em diversas frentes, seja em dúvidas sobre nossas ações, encaminhamentos para serviços psicológicos ou cadastro em nosso mapeamento”.

Além de doações individuais, as empresas Braga Veículos, Dantas Transportes, Bemol, LG e a Escola de Samba Mocidade Independente de Aparecida também contribuíram com a distribuição de cestas durante o período da pandemia causada pelo novo coronavírus.

Mapeamento – Para identificar o perfil e a situação dos artistas, produtores culturais, técnicos e demais profissionais criativos do estado diante das medidas de combate ao novo coronavírus (Covid-19), um mapeamento foi realizado para traçar o cenário atual da cadeia produtiva e nortear as ações emergenciais no período de isolamento social.

A classe artística também tem disponíveis serviços como informações sobre medidas de prevenção e combate ao novo coronavírus; esclarecimentos e dúvidas; cadastro no mapeamento dos artistas e encaminhamentos para profissionais, como assistentes sociais, psicólogos e programas sociais.

A linha direta com a Secretaria de Cultura e Economia Criativa funciona diariamente, das 8h às 20h, por meio dos telefones (92) 3232-5555 e 99177-6442 (WhatsApp), e do e-mail [email protected]gov.br.

(*) Com informações da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa