Brasil

‘As vidas só importam na zona sul do Rio’, diz mãe de jovem assassinada

foto: reprodução/Twitter

“A impressão que eu tenho é de que as vidas só importam na zona sul. A gente não vê a polícia agindo na zona sul da mesma forma que se comportam depois do túnel Rebouças (principal ligação da zona sul com as zonas norte e central da cidade)”. O desabafo é de Jaqueline de Oliveira, mãe de Kathlen Romeu, jovem gestante de 24 anos que foi assassinada com um tiro de fuzil quando visitava a avó no Complexo do Lins, na zona norte. Jaqueline participou do Encontro com Fátima Bernardes nesta quinta-feira (10).

Kathlen era a filha única de Jaqueline e Luciano Gonçalves. A jovem nasceu e cresceu no Complexo do Lins e havia se mudado do local há apenas um mês e meio, após descobrir que estava grávida. Durante o programa da TV Globo, os pais de Kathlen debateram a violência na comunidade, a sensação de insegurança e a falta de justiça. “Eu espero ser a última mãe que vem ao seu programa para falar de um filho assassinado”, disse Jaqueline para a apresentadora.

Leia a matéria completa no Metrópoles, parceiro do Manaus Alerta.