Associação de cegos critica nova cédula de R$200 por ter tamanho igual à de R$ 20

Foto: Raphael Ribeiro/BCB

Na quarta-feira (02), o Banco Central realizou o lançamento da nota de R$ 200, que sofreu críticas de associações de deficientes visuais por ter o mesmo tamanho que as notas de R$ 20. Com informações do G1.

Desde o lançamento da 2ª Família do Real, as cédulas têm tamanhos diferentes para auxiliar a diferenciação por parte de deficientes visuais. Com o mesmo tamanho da nota de R$ 20, a nova cédula de R$ 200 gera confusão apesar das medidas de acessibilidade adotadas pelo BC.

A ONCB pretende acionar o Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Conade) e deputados federais parceiros da causa para que as próximas séries da nota de R$ 200 tenham melhores mecanismos de acessibilidade.

De sua parte, o BC afirma que foram mecanismos mais modernos de segurança que fizeram com que a nova nota fosse inserida na linha de produção das cédulas de R$ 20, mas admite que não teria maquinário para fazer as notas de R$ 200 seguirem a lógica das demais e serem maiores dos que as de R$ 100.

Para a diferenciação, o BC inseriu barras táteis diferentes das demais notas na cédula de R$ 200, criando um código de três linhas na diagonal, em alto relevo, no canto direito da nota. Além disso, elementos como o número 200 estão destacados no papel. Aos deficientes que tenham parte da visão, o BC diz ainda que manteve paleta de cores com tons contrastantes em benefício de acessibilidade.