Atenção mulheres: unhas de gel e postiças podem desenvolver câncer

Unhas de gel e postiças
Unhas de gel e postiças

Apesar de ser moda entre as brasileiras, o uso incorreto do procedimento pode trazer sérios riscos à saúde. Especialistas explicam como manter a unha bonita e saudável.

Unhas bonitas, bem pintadas e sem cutículas já se tornaram febre entre as brasileiras. Em busca da perfeição, muitas mulheres recorrem a procedimentos para alcançar o resultado dos sonhos. Mas, atenção: há alguns cuidados para a beleza não virar dor de cabeça!

No conceito das brasileiras, quanto bem mais tirada a cutícula, mais bonitas ficam as unhas. Mas se o procedimento não for feito da maneira correta, pode trazer perigos ao corpo. A dermatologista Narjara Montefusco explica: “Qualquer região que você traumatiza no seu organismo, há o risco de desenvolver um câncer na área”.

A cutícula é a proteção das unhas e, sem ela, abre-se uma porta para infecções causadas por bactérias, vírus e fungos. E quanto mais você tira, mais o corpo produz. O correto, segundo a dermatologista, é empurrar ou só tirar superficialmente.

Para ter unhas saudáveis, a recomendação é não usar esmalte, pelo menos, uma vez na semana a cada mês. Além disso, lixar apenas as extremidades, pois o corpo da unha perde espessura e fica fragilizado se lixado da forma incorreta.

Já as unhas de gel, se não feitas da forma certa, podem desenvolver até mesmo câncer. Isso porque alguns dos equipamentos utilizados no procedimento de colocação destas unhas e das postiças contêm raios ultravioletas e, sem a devida proteção, aumentam o risco de desenvolver doenças.

A luz usada para secar o esmalte em gel contêm esses raios e a exposição excessiva pode levar ao desenvolvimento da doença. Por isso, antes das sessões, é recomendado o uso de protetor solar.

A médica ainda alerta: “O problema do acrílico é que você tem uma etapa anterior, que é a de lixar a unha e, ao fazer isso, você tira uma espessura para deixar a unha lisinha para receber aquele alongamento. Com isso, você tira uma proteção que ela dá ao organismo”.

Segundo a dermatologista, o certo é que cada pessoa, ao ir na manicure, leve a sua lixa de unha, alicate, tesoura e esmaltes.

Um caso de grande repercussão sobre o assunto é a de Karolina Jasko, uma Miss americana que não percebeu uma alteração nas unhas e desenvolveu melanoma, que é um tipo de câncer de pele. Provavelmente isso aconteceu por causa das unhas postiças que estavam sempre colocadas por cima da real.

As dicas dos especialistas é priorizar a saúde antes de ter unhas perfeitas. É fundamental também escolher bons profissionais e os melhores métodos para manter a beleza das mãos.

Fonte: R7