Atendimentos no Hospital Beneficente Português serão ampliados

foto: HPAM

A Secretaria de Saúde do Amazonas (Susam) vai ampliar os atendimentos ofertados à população no Hospital Beneficente Português de Manaus. O aumento da oferta foi definido na tarde desta segunda-feira (24), durante reunião entre a gestão das duas instituições. A partir do mês de setembro, os serviços de nefrologia, com hemodiálise, já terão reforço com os atendimentos no hospital.

O secretário interino de Saúde, Marcellus Campêlo, ressaltou que a Susam está passando por um processo de reestruturação e modernização da rede de saúde e que o reforço na parceria com o hospital vai possibilitar o aumento da oferta de atendimentos à população.

“Estamos nos aproximando, identificando e eliminando os entraves para que as contratualizações ocorram da forma mais célere e, principalmente, os serviços sejam prestados o mais rápido possível. Vamos começar agora, em setembro, com o serviço de nefrologia na hemodiálise. E a partir de outubro, a contratualização de outros serviços”, afirmou.

A atual gestão da Suam tem realizado visitas às unidades de saúde para conhecer de perto as necessidades e reforçar a ação integrada, tanto daquelas que fazem parte da rede pública direta e indireta do Amazonas quanto dos parceiros, como o Hospital Universitário Getúlio Vargas e Hospital Beneficente Português.

“Nós estamos alinhando, desde junho, com a Beneficente Portuguesa porque eles têm uma capacidade instalada também muito importante e eles estão inseridos dentro da reorganização da rede”, acrescentou o secretário interino da Susam.

Diálogo positivo – Para o presidente do Hospital Beneficente Português, Vitor Vilhena Gonçalo, o resultado da reunião é positivo. Segundo ele, o objetivo é aumentar o atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS) no hospital e ajudar a população.

“Nós saímos daqui com saldo positivo, acreditando que a gente terá como aumentar esse atendimento SUS, ajudar a população, prestar um serviço de qualidade para a população e ajudar também o Governo do Estado”, frisou.

O cônsul honorário de Portugal, Antonio Humberto Figueiredo, também participou da reunião. Ele explicou que, como representante do país lusitano, tem todo interesse em que a instituição cresça e desenvolva a parceria com a Susam.

Com informações de assessoria