Esportes

Atleta de Borba garante vaga na seleção brasileira de karatê

Feliz com a conquista, Rian afirmou que o treinamento fez a diferença para que ele conquistasse o lugar mais alto do pódio- foto: Mauro Neto
Redação
Postado por Redação

Atleta do município de Borba, Rian Cristian, de 16 anos, garantiu vaga na seleção brasileira de karatê, após vencer a 1ª etapa do Campeonato Brasileiro da modalidade realizado no último final de semana, em João Pessoa, na Paraíba. No torneio nacional, a amazonense Jeniffer Costa, de 11 anos, também conquistou um ouro e um bronze. A comissão contou com o apoio do Governo do Estado do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

A Sensei Alciléia Costa lembra que com a pontuação deste campeonato, Rian e outro borbense da academia Fênix, Carlos Eduardo, alcançaram o índice e irão disputar a seletiva dos Jogos Escolares, que acontecerá em São Paulo. “Apesar de todas as dificuldades, a equipe veio forte e além das medalhas, os meninos, Rian e Carlos Eduardo, conseguiram vaga para disputar a seletiva dos Jogos Escolares. Só tem três vagas, se eles ganharem ouro, prata ou bronze, estão dentro do mundial que será realizado no Marrocos. Isso é motivo de orgulho para nós, tanto eu, quanto a professora Roseli, pois sabemos do potencial deles”, disse Alciléia.

Feliz com a conquista, Rian afirmou que o treinamento fez a diferença para que ele conquistasse o lugar mais alto do pódio. “Eu estou muito feliz pela conquista. Ano passado eu estava na seleção, mas pelo Kata. Hoje, estou satisfeito porque fiz o que a minha técnica ensinou, dei o meu melhor e o resultado veio e estou na seleção. Contando com o apoio da Sejel, nos dá mais sossego em treinar e saber que teremos a segurança de competir para representar o Estado em qualquer lugar, afinal, todas as conquistas não são somente nossas, mas sim do Amazonas”, comentou.

Invicta há quatro anos no Brasileiro, a pequena Jennifer mostrou para que veio e apesar da pouca idade, tem se mostrado cada ano mais madura no Karatê. “Essa invencibilidade acontece porque as professoras nos ajudam muito. Eu estou muito feliz com essas medalhas, mas meu foco é entrar na seleção brasileira e poder representar bem nosso país. Eu quero o Ouro, eu quero o Pan-Americano”, afirmou.

Com informações da assessoria

Deixe um comentário