Autópsia mostra que Maradona infartou enquanto dormia

Foto: Reprodução/Web

A segunda autópsia realizada no corpo de Diego Maradona apontou que o ídolo argentino morreu em decorrência de uma insuficiência cardíaca aguda, o que causou acúmulo anormal de líquido nos pulmões.

A informação foi divulgada pelo jornal La Nacion. Segundo o periódico, o documento foi chegado e confirmado por cinco médicos peritos oficiais e um perito contratado pela família.

Os exames foram realizados no hospital San Fernando. Daqui a uma semana, outras análises toxicológicas poderão afirmar se Maradona havia consumido álcool, droga ilícitia ou remédios.

Portal Manaus Alerta