Autorizada compra de terceira máquina de Hemodinâmica no Hospital Francisca Mendes

David também anunciou que pela primeira vez, o interior do estado vai contar com tomógrafos já adquiridos- foto: Bruno Zanardo

Ao inaugurar uma segunda máquina de hemodinâmica implantada no Hospital Francisca Mendes, nesta terça-feira (15), o governador David Almeida determinou a compra de um terceiro equipamento para o hospital. David também anunciou que pela primeira vez, o interior do estado vai contar com tomógrafos já adquiridos.

A máquina de hemodinâmica implantada nesta terça-feira deve começar a funcionar em setembro, assim que a calibragem for concluída e encerrar o treinamento das equipes que irão operar o novo equipamento. Enquanto isso, o Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS) irá fazer o repasse para a compra de mais um equipamento. Quando assumiu o governo, em maio passado, o setor de hemodinâmica do hospital estava parado, com a única máquina em manutenção, que já está em funcionamento.

A cada 500 mil pessoas, segundo o Ministério da Saúde, é necessária uma máquina de hemodinâmica para o padrão de bom atendimento à saúde.

O Hospital Universitário Francisca Mendes (HUFM), com o funcionamento das duas máquinas, vai redobrar os procedimentos de cateterismo cardíaco adulto e infantil, procedimentos neurológicos, vasculares, ablação e implantação de marca passo, na rede pública de saúde.

Os procedimentos e exames hemodinâmicos, no período de maio a julho, alcançaram 158 cateterismo; 73 angioplastia; 63 arteriografia; 73 angioplastia; e 576 eletrofisíologia. Com o funcionamento da segunda máquina instalada nesta terça-feira, a previsão é de 250 cateterismo por mês e o dobro dos demais procedimentos.

O diretor do HUFM, Pedro Elias, destacou as vantagens dos procedimentos hemodinâmicos não invasivos como a arteriografia de membros inferiores que era um problema para os pacientes com diabetes que hoje estão solucionados sem precisar de tratamento com cirurgias abertas, diminuindo o custo, risco de infecção e ampliando a capacidade de leitos.

O HUFM é o único hospital do norte e nordeste do país que realiza procedimentos hemodinâmicos neurológicos, como o tratamento de aneurisma cerebral pela via endovascular substituindo a operação de craniotomia, abertura do cérebro, segundo o diretor Pedro Elias.

O hospital recebeu investimentos de quase R$ 4 milhões do FPS para a compra de insumos e equipamentos referentes aos serviços ambulatoriais, de exames cirúrgicos e hemodinâmicos.

O Hospital Universitário Francisca Mendes é referência na área de cardiologia para toda a região Norte do país, atendendo pacientes adulto e infantil. A unidade oferta tanto o atendimento ambulatorial quanto o cirúrgico. O acesso para atendimento no Hospital é feito através do Sistema de Regulação do Amazonas (Sisreg).

*Com informações da assessoria*

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui