Amazonas Polícia

 Base Arpão apreendem mais de meia tonelada de pirarucu ilegal em embarcação

Foto: Carlos Soares/SSP-AM

Na tarde deste domingo (4), policiais militares que atuam na Base fluvial Arpão, no rio Solimões, próximo ao município de Coari (a 363 quilômetros de Manaus), apreenderam 640 quilos de pirarucu ilegal, entre produto fresco e seco.

O pescado estava sendo transportado por duas embarcações identificadas como Fernandes e Araújo Muniz, que saíram da comunidade do Paricá com destino a Coari. O produto está avaliado em R$ 12,7 mil.

De acordo com o major Wallason de Almeida, comandante da nona edição da operação fluvial da Base Arpão, a abordagem de embarcações de pequeno, médio e grande porte é uma das rotinas de trabalho policial na área. Nenhuma embarcação segue sem ter sido vistoriada.

“Dentro de uma embarcação, nós apreendemos 200 quilos de pescado, e 320 quilos de peixe, na outra. O dono da embarcação vai ser submetido a um procedimento policial, e o pescado será encaminhado para doação, que vai atender uma comunidade vizinha”, informou.

O major disse, ainda, que o pirarucu está em risco de extinção, e a pesca é proibida o ano todo, com exceção das áreas de manejo. “A comunidade sabe, mas eles arriscam. Eu já falei com o proprietário da embarcação que todas as vezes que eles passarem com o material, serão apreendidos, porque é proibido”, afirmou Wallasson de Almeida.

Os dois proprietários das embarcações prestaram depoimento no cartório da Polícia Civil localizado na Base Arpão. Eles assinaram um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) pelo crime de pesca ilegal e, em seguida, foram liberados para responder o processo em liberdade.

Com informações da assessoria