Cidades

Becos do São Francisco recebem coleta especial

(Foto: Divulgação/Semulsp)
Redação...
Postado por Redação...

Um sistema de moradias formado por cinco becos, localizados no bairro São Francisco, na zona Sul da cidade, está recebendo equipes da Prefeitura de Manaus, para resolver os problemas de coleta de lixo na área. A solução implantada pela Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp) deve beneficiar cerca de 150 famílias pertencentes aos becos.

Por conta da dificuldade de acesso dos carros da coleta domiciliar em becos, os moradores passaram a acumular seus resíduos em pontos nas avenidas principais, os quais acabavam se transformando em lixeiras viciadas. “A partir do momento em que um morador joga seu lixo em um ponto na rua, outros farão a mesma coisa. Muitas lixeiras nascem assim”, conta o subsecretário operacional da Semulsp, José Rebouças.

Para solucionar o problema, a Semulsp incluiu essa área em uma rota de coleta especial, que consiste na puxação dos lixos domiciliares diretamente para as caçambas da remoção mecanizada. “Em relação aos becos, pedimos para os moradores acomodarem seus resíduos em frente de suas portas, em horário próximo da passagem das caçambas. No caso do São Francisco, a coleta será feita a partir das 7h30. Os garis vão fazer a puxação do lixo de dentro dos becos para a remoção. A coleta para o restante do bairro continuará, normalmente, acontecendo à noite”, explicou Rebouças.

A implantação da coleta especial conta com o trabalho de equipes de conscientização da Semulsp, que percorrem todas as residências orientando para o novo sistema e ouvindo as demandas dos moradores. “Atentamos para o horário da coleta e os cuidados que eles devem ter ao acondicionar os resíduos”, reforçou Fábio Araújo, coordenador das equipes de sensibilização.

A intenção do modelo implantado é diminuir as chances de formação de lixeiras viciadas no local e manter a limpeza das vias. A dona de casa Neuza Colares, moradora do beco Flamengo há 30 anos, fez questão de conversar com os agentes de conscientização e parabenizar à Prefeitura de Manaus pela iniciativa. “Tudo que for para melhorar é bem-vindo. Fico contente em receber essas orientações e passarei para os meus familiares”, garantiu.

Maria Rosinei, que possui um pequeno restaurante no beco Grêmio, ressaltou a importância dessa medida para manter a limpeza do local. “A vizinhança precisa entender que o lixo espalhado só prejudica a nós mesmos. Não nos custa colocar o lixo no local certo e na hora certa”, disse.

Limpeza e sensibilização

Durante a última semana, os trabalhos da Semulsp começaram com a limpeza das lixeiras viciadas e conscientização dos moradores. A ação continuará durante os próximos dias. Os becos da cidade geram, em média, uma tonelada de resíduos por dia.

Comentários

Deixe um comentário