Amazônia Destaques Meio ambiente

Biomas Brasileiros serão destaques na Semana do Meio Ambiente

Outro objetivo é o de fazer referência à Campanha da Fraternidade deste ano, cujo tema é “Biomas Brasileiros e Defesa da Vida”- foto: divulgação/Semmas
Redação
Postado por Redação

Seis faculdades e duas instituições de ensino técnico estarão realizando uma mostra de trabalhos acadêmicos, intitulada “Biomas Brasileiros”, que estará em exposição no Parque Municipal do Mindu, neste sábado (3), dentro da programação de abertura da Semana do Meio Ambiente 2017.

A mostra visa aproximar a academia dos espaços públicos que oferecem serviços ambientais para a comunidade, como é o caso do Parque Municipal do Mindu, e dar a oportunidade para que os alunos busquem inspiração para desenvolver trabalhos e projetos de pesquisa, ajudando a gerar conhecimento sobre essas áreas. Outro objetivo é o de fazer referência à Campanha da Fraternidade deste ano, cujo tema é “Biomas Brasileiros e Defesa da Vida”.

Cada instituição de ensino levará material institucional e vai falar sobre os diferentes biomas brasileiros, a exemplo do Cerrado, Caatinga, Mata Atlântica, Pantanal, Amazônia e Pampas, abordando a importância dos mesmos para a preservação dos recursos naturais.

Estão presentes as faculdades Nilton Lins, Centro Universitário do Norte (Uninorte), Faculdade Metropolitana de Manaus (Fametro), Esbam, Estácio do Amazonas, Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Centro de Ensino Técnico (Centec) e o Instituto Federal do Amazonas (Ifam). Representantes das instituições fizeram uma visita ao Parque na terça-feira.

Paralelamente à apresentação dos trabalhos acadêmicos sobre os Biomas Brasileiros, quem for prestigiar a abertura da Semana do Meio Ambiente 2017 poderá conferir também a Mostra Agroecológica do Parque do Mindu, que reúne os projetos e experimentos desenvolvidos por estudantes de instituições de ensino, que realizam seus estágios obrigatórios e complementares na unidade. Um dos projetos é de Gerenciamento de Resíduos Orgânicos, Manejo das Liteiras e Sustentabilidade.

Com informações da assessoria

Comentários

comentários


Deixe um comentário