Mundo

Bispos venezuelanos dão a papa lista de mortos em protestos

Redação..
Postado por Redação..

Venezuela tem sido alvo de protestos contra o governo de Maduro

O papa Francisco recebeu nesta quinta-feira (8), em uma audiência privada no Vaticano, o Conselho da Presidência da Conferência Episcopal Venezuelana para falar sobre a “atual situação da Venezuela”.

A reunião foi solicitada pelos cardeais para atualizar o Pontífice sobre a o “momento delicado” que o povo venezuelano tem atravessado no país, principalmente por estar afetado por “uma grave crise humanitária, política e econômica”, como define a Santa Sé.

De acordo com relatos, a comitiva teria entregado ao líder da Igreja Católica uma lista com o nome das pessoas mortas durante a onda de protestos contra o governo de Nicolás Maduro que tem atingido a Venezuela. Os atos já causaram a morte de mais de 60 pessoas.

A crise tem motivado vários apelos do episcopado católico, que pede o fim das manifestações, a paz e o respeito pelos direitos humanos. Segundo o Conselho, ainda é possível superar os problemas “com vontade de estabelecer pontes, de dialogar seriamente e de cumprir os acordos alcançados”.

O encontro com Francisco contou com a presença do Monsenhor Diego Rafael Sanchez, arcebispo de Cumaná e presidente da Conferência Episcopal Venezuelana; o monsenhor José Luis Azuaje Aiala, bispo de Barinas; o monsenhor Mario del Valle Moronta Rodriguez, bispo de San Cristóbal; monsenhor Victor Hugo Basabe, bispo de San Felipe; o cardeal Jorge Liberato Urosa Savino, bispo de Caracas; e o cardeal Baltazar Enrique Porras Cardozo, arcebispo de Merida.

Nos últimos anos, o papa Francisco teve papel fundamental em alguns acordos de paz que foram finalizados, como a retomada das relações diplomáticas entre Cuba e Estados Unidos e o acordo de paz entre as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e o governo de Juan Manuel Santos.

Fonte: Noticias ao minuto

Comentários

comentários


Deixe um comentário