Boca do Acre recebe novos equipamentos de saúde e a terceira parcela do FTI

Foto: Diego Peres/Secom

Em agenda no município de Boca do Acre nesta sexta-feira (23), o governador do Amazonas, Wilson Lima, visitou o Hospital Regional Maria Geny Lima, que recebeu novos equipamentos de saúde, além da terceira parcela do Fundo de Fomento ao Turismo, Infraestrutura, Serviços e Interiorização do Desenvolvimento do Amazonas (FTI), de R$ 412,3 mil.

“Vou fazer entregas para o hospital, assim como já fizemos quando mandamos para cá respiradores, quando destinamos recursos através do FTI, e estou liberando segunda-feira para o município de Boca do Acre, para investimentos na área de saúde. Vou entregar R$ 500 mil em equipamentos para ajudar na saúde do povo de Boca do Acre”, afirmou o governador, durante a solenidade em que entregou fomentos ao setor primário do município.

No total, Boca do Acre recebeu R$ 1,236 milhão em recursos do FTI. Quando somados outros recursos, incluindo verba para o enfrentamento à pandemia de Covid-19, já foram repassados R$ 6.432.292,40 ao município, de janeiro a outubro de 2020.

Equipamentos

O Hospital Regional Maria Geny Lima recebeu um novo aparelho de ultrassom, além de digitalizador de imagem para exames como mamografia, um carrinho de anestesia, um foco cirúrgico novo, oxímetros, poltronas, macas, bombas de infusão e carrinho de emergência.

“Compramos digitalizador de imagem novo. É um equipamento que vai ajudar o município a pegar as imagens de raio-X, mamografia e digitalizador. Se quiser mandar para Manaus para fazer um laudo, para ter uma segunda opinião, encaminhar para outra unidade de saúde, isso vai ser possível”, disse o secretário executivo adjunto de Assistência do Interior da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), Cássio Espírito Santo.

Além do digitalizador, o secretário explica que a aquisição do novo aparelho de ultrassom representa economia para o Estado, já que não há mais a necessidade de alugar o equipamento.

“Com essa economia vamos conseguir investir muito mais no interior do que antigamente. O ultrassom, o Governo gastou R$ 6,3 milhões para comprar equipamentos novos como esses, para todos os municípios; e em seis anos foram gastos R$ 86 milhões em locações, com os mesmos equipamentos. Então, R$ 80 milhões a mais de equipamentos que hoje estão defasados e sem manutenção”, disse.

Abastecimento

A farmácia do Hospital Regional Maria Geny Lima está com 98% de abastecimento, entre medicamentos, insumos e Equipamentos de Proteção Individual (EPIs).

“A Central de Medicamentos (Cema) tem atuado de maneira muito forte nos municípios. Alguns insumos a gente já está conseguindo mandar até para três meses de estoque no próprio município. Essa foi uma preocupação muito grande. É muito importante, porque a gente vê o resultado do que está acontecendo”, pontuou Cássio Espírito Santo.

As informações são da assessoria