Bolsonaro descarta possibilidade de congelar aposentadorias e desiste de criar ‘Renda Brasil’

Foto: Hugo Barreto

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) descartou nesta terça-feira (15/9) a possibilidade de congelar aposentadorias e pensões do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) por dois anos para criar o programa Renda Brasil.

Sem citar nominalmente o secretário especial da Fazenda, Waldery Rodrigues, o chefe do Executivo disse: “Quem porventura vir a propor para mim uma medida como essa, só posso dar um cartão vermelho para essa pessoa”.

“É gente que não tem o mínimo de coração, o mínimo de entendimento para com os aposentados do Brasil”, afirmou o presidente da República, em vídeo publicado nesta manhã em uma rede social.

Leia a matéria completa no Metrópoles, parceiro do Manaus Alerta.