Bolsonaro diz que governo apelou para que caminhoneiros não façam greve

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Após reunião no Ministério da Economia nesta quarta-feira (27), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pediu aos caminhoneiros que não interrompam suas atividades. Uma paralisação da categoria está convocada para a próxima segunda-feira (1º/2).

O mandatário da República foi questionado sobre a pauta da agenda com o ministro Paulo Guedes, e se abordou a redução do PIS/Cofins sobre o diesel, uma das demandas dos caminhoneiros. Bolsonaro disse ter tratado do assunto, e afirmou que está estudando medidas para diminuir o impacto da alta no combustível, mas declarou que não tem como fornecer uma resposta imediata.

Confira a matéria completa no Metrópoles, parceiro do Manaus Alerta