Brasil

Bolsonaro diz que, se necessário, militares agirão dentro da Constituição

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a falar, nesta quinta-feira (27), que “se necessário for” o Exército agirá “dentro das quatro linhas da Constituição”.

A declaração foi feita durante almoço com militares, em São Gabriel da Cachoeira (AM), onde Bolsonaro terá agenda na tarde desta quinta (leia mais abaixo). Recentemente, o presidente da República tem repetido a fala em contrariedade às medidas decretadas por governadores e prefeitos no enfrentamento da pandemia de coronavírus.

Em seu discurso, que durou pouco mais de cinco minutos, o mandatário do país afirmou esperar que o Brasil “parta para a normalidade”.

Confira a matéria completa no Metrópoles, parceiro do Manaus Alerta