Política

Bolsonaro já soma mais pedidos de Impeachment que Lula, Dilma e Temer somados

Foto: Marcos Corrêa/PR

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) segue alvo constante de pedidos de impeachment. Na última quarta-feira (08), o deputado federal Alexandre Frota (PSDB-SP) protocolou mais um requerimento para que o mandato do capitão do Exército seja impedido. Com isso, o mandatário passou a somar mais solicitações que seus três antecessores: Luis Inácio Lula da Silva (PT), Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (MDB).

Ao todo, os três últimos presidentes da República foram alvos de 136 pedidos de impeachment. Lula obteve 37 requerimentos; Dilma, 68; e Temer, 31. Bolsonaro agora possui 137.

A solicitação mais recente baseia-se nas declarações do mandatário durante os atos antidemocráticos realizados no dia 7 de setembro.

Entre todos os pedidos de impedimentos protocolados, 71 deles ocorreram sob o comando de Arthur Lira (PP-PE) na cadeira de presidente da Câmara dos Deputados.

As informações são do IG