Política

Braga fala a empresários do comércio sobre redução de impostos e geração de empregos

Na pauta de discussão, as propostas da coligação União pelo Amazonas para tirar a economia do estado da crise.
Redação
Postado por Redação

Empresários do comércio local participaram, nesta quarta-feira (19), na sede da Câmara de Dirigentes Lojistas de Manaus (CDLM), da reunião/almoço com os candidatos Eduardo Braga e Marcelo Ramos. Na pauta de discussão, as propostas da coligação União pelo Amazonas para tirar a economia do estado da crise.

Eduardo Braga afirmou que a saída para o Amazonas é reduzir a carga tributária e incentivar a geração de emprego em todo o estado. “A primeira ação de nosso governo será enviar uma mensagem para a Assembleia Legislativa para reduzir em 13% o ICMS sobre a cesta básica, além de revogar a lei que aumentou em 2% o ICMS sobre produtos como a gasolina”.

De acordo com Eduardo, uma equipe técnica já está estudando no comércio quais são os produtos que geram mais empregos no estado para conceder incentivos fiscais. Ele citou o exemplo a farinha, que gera um impacto na geração de emprego, desde no comércio de Manaus até na produção no interior.

Eduardo adiantou aos empresários a iniciativa de criação de uma nova lei de incentivos fiscais para o Polo Industrial de Manaus (PIM), para desonerar os produtos que mais geram emprego na indústria. “Ou seja, estamos estudando para reduzir impostos e acelerar a economia com maior consumo”, explicou.

A retomada de obras públicas para gerar emprego e renda também foi prometida pelo candidato. “Temos mais de R$ 4 bilhões em obras paralisadas por falta de gestão. Só o Prosamim tem R$ 1 bilhão em caixa e o Governo do Estado prefere pagar os juros desses recursos. O anel viário está com recursos do Governo Federal desde 2013 e não sai porque não fizeram as desapropriações”, destacou Eduardo.

Empresários

O presidente da CDLM, empresário Ralph Assayag, deu as boas vindas aos candidatos e fez questão de lembrar que todas as vezes que a classe comerciante bateu à porta de Eduardo Braga no governo, sempre foi muito bem atendida pelo então governador. “Tivemos a honra e felicidade de aumentar em 20 mil os postos de trabalho em Manaus”, recordou.

O presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDL), Ezra Azury Benzion, revelou que o empresariado local está muito preocupado com a situação fiscal do Amazonas. “Hoje pensamos dez vezes em investir em um novo negócio em Manaus, pois há uma insegurança fiscal no Amazonas. Mas acho que é possível fazer muita coisa se remarmos para o mesmo lado. Fazer o que é melhor para o Amazonas”, disse.

Com informações da assessoria

Comentários

comentários


Deixe um comentário