Saúde

Campanha contra Influenza já distribuiu mais de 382 mil vacinas para municípios do Amazonas

Foto: Lucas Silva / Secom

Em campanha da Vacinação contra Influenza (gripe), o Governo do Amazonas já distribuiu 382.820 doses do imunizante para os municípios, desde o recebimento da primeira remessa dos imunizantes do Ministério da Saúde. A vacinação iniciou no dia 12 de abril e tem como objetivo atingir cerca de 1,4 milhões de pessoas em todo o Estado.

Ao todo, somando os três lotes enviados para o Amazonas nos dias 6, 13 e 20 de abril, o estado recebeu 562.400 vacinas para imunizar os grupos prioritários determinados pelo MS, sendo retirados pelos municípios na sede da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) mediante agendamento. A campanha ocorre em etapas de acordo com o cronograma do Governo Federal e disponibilidade do insumo ao estado.

Nesta primeira etapa, conforme explica a coordenadora estadual do Programa Nacional de Imunização (PNI/FVS), Izabel Nascimento, a fase de vacinação é destinada para crianças de 6 meses a menores de 5 anos, puérperas, gestantes e profissionais da saúde. Em oito dias, conforme os dados divulgados pelo PNI, 20.807 doses foram aplicadas na população amazonense.

“Nossa campanha de vacinação é de suma importância para população, para todas essas pessoas inseridas nesse sistema. Não podemos esquecer que em 2018 tivemos vários óbitos por causa da Influenza, então daí a necessidade de que as pessoas tomem suas vacinas, observando o intervalo entre a vacina da Covid-19 e a vacina contra a Influenza”, explicou a coordenadora do PNI, acrescentando que o tempo de aplicação entre as duas vacinas (Influenza e Covid-19) deve ser no mínimo de duas semanas.

A coordenadora reforçou que a população continue atenta para o calendário de vacinação, visto que a campanha vai até o dia 9 de julho. “As pessoas têm que ficar atentas exatamente àquela faixa-etária que está sendo atendida. A nossa vacina está vindo parcelada, assim como está vindo a da Covid-19. É importante prestar atenção e não deixar de levar seus filhos, ou você se for grávida, se for profissional de saúde, vá às unidades de saúde porque todas elas têm a vacina contra a Influenza”, destacou.

Campanha

A Campanha de Vacinação contra Influenza está prevista para ocorrer em etapas de acordo com o cronograma do Ministério da Saúde (MS) e disponibilidade do insumo ao estado.

Para a imunização contra Influenza, em todo o país, o MS elegeu os seguintes grupos prioritários: crianças a partir de seis meses a menores de cinco anos; gestantes; puérperas; pessoas com 60 anos e mais; trabalhadores da Saúde; povos indígenas; comorbidades; população privada de liberdade; adolescentes em medidas socioeducativas; funcionário do sistema de privação de liberdade; professores; forças de segurança e salvamento; forças armadas; pessoas com deficiência; caminhoneiros; trabalhadores de transporte coletivo, rodoviário, passageiros urbano e de longo curso e trabalhadores portuários.

Influenza

A influenza é uma infecção viral aguda, que afeta o sistema respiratório e é de alta transmissibilidade. A estratégia de vacinação contra a influenza foi incorporada no PNI em 1999, com o propósito de reduzir internações, complicações e óbitos na população-alvo. Esta é a 23ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, prevista para ocorrer no período de 12 de abril a 9 de julho de 2021.

Em 2020, foram registrados no Amazonas 11 casos de Influenza B e nove casos de Influenza A. Em 2021, até o momento, não há registro de Influenza.

As informações são da assessoria