‘Cansado de ver gente morrer’, desabafa médico sobre a situação da covid-19 em Manaus

Foto: Reprodução

O médico Filipe Shimizu postou um desabafo em sua página no instagram sobre a situação da covid-19 no Amazonas. Ele pede, ‘pelo amor de Deus’, para que as pessoas fiquem em casa.

Durante o relato, Filipe, que é clínico geral e está na linha de frente na pandemia, afirma que está há 3 ou 4 dias sem dormir e que está cansado de ver gente morrer.

”Eu ‘tô’ cansado! Não da vida de médico, mas de ver tanta gente morrer. Tanta gente implorando por socorro, implorando por um leito e… não tem! Não tem leito, não tem equipamento, às vezes não tem equipe médica suficiente” desabafa o médico.

Ainda de acordo com ele, Manaus está vivendo, oficialmente, a segunda onda.

”Acreditem em mim, pelo amor de Deus, acreditem em mim! Não tem mais espaço para ninguém em lugar nenhum. Não tem mais UTI, não tem mais leito. Os equipamentos são contadíssimos e… tá difícil”.

Filipe finaliza implorando para que as pessoas fiquem em casa e saiam apenas para o que for extremamente necessário, pois não dá mais para perder tanta gente por egoísmo.

 

Casos de Covid-19 no Amazonas

Na última terça-feira (29), o Boletim Diário de Covid-19, trouxe o diagnóstico de 1.447 novos casos de Covid-19, totalizando 198.201 casos da doença no estado.

Segundo o boletim, foram confirmados 26 óbitos por Covid-19, sendo 15 ocorridos na segunda-feira (dia 28) e 11 encerrados por critérios clínicos, de imagem, clínico-epidemiológico ou laboratorial, elevando para 5.232 o total de mortes.

Durante a semana, os hospitais particulares anunciaram em suas redes sociais que estão com 100% de ocupação. Os públicos estão aumentando os números de leitos e criando estruturas para o pronto-socorro.

Dezembro tem sido o terceiro pior mês desde o início da pandemia, ficando atrás apenas de maio e abril, meses do primeiro pico.

Por Portal Manaus Alerta