Causa da morte de voluntário de testes da Coronavac teria sido por suicídio

Foto: Divulgação/Governo de SP

A morte do voluntário de 33 anos que participava dos testes da Coronavac, a vacina chinesa para imunização contra o novo coronavírus, se deu por suicídio, aponta laudo do Instituto Médico Legal (IML) obtido pela TV Cultura.

“O evento adverso não tem necessariamente relação com a vacina, diz respeito a um voluntário que tirou a própria vida”, afirmou o âncora Aldo Quiroga da TV Cultura, no Jornal da Tarde desta terça-feira (10).

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) decidiu interromper temporariamente, na segunda-feira (9), os estudos clínicos da vacina justamente por causa desse “evento adverso grave”.

Confira a matéria completa no Metrópoles, parceiro do Manaus Alerta.