Manaus

Central Integrada de Fiscalização encerra festa clandestina e fecha oito estabelecimentos

Foto: Carlos Soares/SSP-AM

Uma festa clandestina foi encerrada pelos agentes da Central Integrada de Fiscalização (CIF) na noite da última sexta-feira (14). A festa, com cerca de 50 pessoas, acontecia no Atlético Rio Negro Clube, na avenida Epaminondas, no Centro de Manaus. Vinte e dois locais foram vistoriados, sendo oito fechados pela CIF por não respeitarem as medidas preventivas contra a Covid-19.

Na festa clandestina foram encontradas várias bebidas alcoólicas e, no momento da chegada dos fiscais, cerca de 50 pessoas estavam no local. O responsável pelo evento foi encaminhado para o 1° Distrito Integrado de Polícia (DIP).

De acordo com a delegada Ivone Azevedo, coordenadora da CIF desta sexta-feira, bares e estabelecimentos da zona-sul da cidade estavam descumprindo o decreto governamental.

“Nós passamos pela área de Petrópolis. Eram vários bares, e verificamos que alguns ainda estavam fechados. Fomos a estabelecimentos próximo ao Igarapé do Quarenta, que estavam com uma série de irregularidades, além de estarem promovendo aglomeração de pessoas. Na área do Amarelinho, no bairro Educandos, orientamos e solicitamos que os estabelecimentos fossem fechados”, explicou a delegada.

Oito estabelecimentos que promoviam aglomeração e que estavam descumprindo o decreto governamental foram fechados pela CIF: Star Light e Açaí Show Light, localizados na avenida Cosme Ferreira; bar do Flamengo e Boteco Texas, na avenida Itaúba; Mercadinho do Edu e outro bar não identificado, na rua Lobo D’Almada. O Mangueira’s Bar, no Centro, e o Yaki Mix, no Conjunto Vieiralves, foram autuados pela Vigilância Sanitária Municipal (Visa Manaus) por estarem funcionando fora do horário permitido.

Participaram da CIF desta sexta-feira as polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros, Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), Instituto Estadual de Defesa do Consumidor (Procon-AM) e Visa Manaus.