Cerca de 500 mil celulares de empresas foram expostos em vazamento de dados

Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Após o megavazamento de dados de 223 milhões de CPFs, 40 milhões de CNPJs e 104 milhões de registros de veículos, mais de meio milhão de números corporativos de telefone celular também circulam livremente na internet – embora as informações estejam à venda, o hacker tornou pública uma pequena parte delas.

A conclusão é da empresa de segurança Syhunt, que analisou alguns dos arquivos disponibilizados pelo hacker na internet.

Um dos arquivos publicados pelo hacker é uma espécie de “amostra grátis” daquilo que ele tem para vender. Ao analisar a pasta referente a números telefônicos de pessoa jurídica, foi possível detectar que estavam disponíveis 532.696 celulares, volume muito superior ao de números registrados para pessoa física (6.945).

Leia a matéria completa no Metrópoles, parceiro do Manaus Alerta.