Cidades

Cetam e Marinha planejam ampliação de parceria por meio de projeto federal

Só no ano de 2017, o Cetam qualificou 599 recrutas, na Marinha e Exército, em diversas áreas- foto: divulgação/Assessoria
Redação
Postado por Redação

Em visita ao 1º Batalhão de Operações Ribeirinhas (1ºBtlOpRib), na manhã desta segunda-feira (26), o diretor-presidente do Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam), José Augusto de Melo Neto, tratou com o Capitão de Fragata Marcelo Mendes Mello, comandante do 1ºBtlOpRib, sobre a ampliação da parceria entre as instituições.

O encontro reforçou a parceria já existente entre Cetam e Marinha, por meio do projeto Soldado Cidadão, e discutiu a realização de outro trabalho integrado, o projeto Forças no Esporte.

O projeto Forças no Esporte, do Ministério da Defesa, visa o desenvolvimento de crianças e adolescentes, oferecendo atividades esportivas e educacionais, além de atividades complementares, como reforço escolar, campanhas educativas, orientações de civismo, de cidadania e desenvolvimento de aptidões profissionais, como forma de inclusão social de pessoas em situação de vulnerabilidade social.

O diretor-presidente do Cetam confirmou o interesse do Governo do Estado em ampliar a parceria. “Essa parceria vem gerando resultados muito positivos, mas precisamos ampliar. E é importante para o governo pensar no futuro, através do desenvolvimento de habilidades profissionais dos jovens”, disse José Augusto.

Durante o encontro, o diretor-presidente do Cetam também visitou as salas de aula do Projeto Soldado Cidadão, que contam com instrutores do Cetam e a participação de recrutas nos cursos de Instalação e Manutenção de condicionador de ar, Garçom, Agente de Portaria e Manutenção de Motores de popa.

A parceria do Cetam com as Forças Armadas, por meio do projeto Soldado Cidadão, acontece desde 2012. Desde então, o Cetam já entregou mais de quatro mil certificados em 34 cursos diferentes. Só no ano de 2017, o Cetam qualificou 599 recrutas, na Marinha e Exército, em diversas áreas, como pedreiro, pintor predial, instalações elétricas, marceneiro e cozinheiro.

Com informações da assessoria

Deixe um comentário