Economia Educação

Cetam e UEA ampliam parceria para fomentar empreendimentos inovadores no Amazonas

(Foto: Ribamar Xavier)
Redação...
Postado por Redação...

O Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam) e a Universidade do Estado do Amazonas (UEA) irão ampliar a parceria entre as instituições, com o objetivo de potencializar as ações de inovação e empreendedorismo no estado.

A ampliação da parceria foi discutida em reunião, na manhã desta terça-feira (23/1), entre o diretor-presidente do Cetam, José Augusto de Melo Neto, com a pró-reitora de interiorização da UEA, Samara Menezes, o pró-reitor de extensão, André Dutra, e a diretora da Agência de Inovação da UEA, Kátia Meirelle. O reitor da UEA, Cleinaldo Almeida, ratificou a parceria ao final do encontro.

No encontro, foram discutidas as possibilidades de parcerias por meio da oferta de cursos de formação profissional a diferentes públicos. “O objetivo dessas parcerias é o desenvolvimento econômico no estado. Devemos ofertar cursos este ano, mas pensando também no planejamento de cursos para os próximos anos”, afirmou o diretor-presidente do Cetam, professor José Augusto.

Inicialmente, a proposta de parceria contempla a oferta de cursos rápidos às empresas (startups) que recebem apoio da Agência de Inovação da UEA, bem como aos trabalhos inovadores que são desenvolvidos por alunos e egressos da UEA, com foco em formação nas áreas de empreendedorismo e tecnologia.

O trabalho segue o modelo de parceria firmada com a incubadora da UniNorte. “O objetivo é o incentivo aos empreendimentos inovadores, onde os colaboradores desses pequenos negócios recebem qualificação profissional nas áreas de maior demanda”, explicou o diretor-presidente do Cetam.

A proposta de ampliação da parceria inclui, ainda, que sejam ofertados cursos, de curta duração, dentro do eixo tecnológico, em áreas como Bioeconomia, com foco no agronegócio e na área da saúde, direcionados ao interior do estado. “Precisamos dar um direcionamento profissional maior no interior, com foco nas condições de empregabilidade”, ressaltou a pró-reitora Samara Menezes.

O termo de cooperação técnica já está sendo atualizado pelas instituições para que as novas ações sejam efetivadas.

Comentários

comentários


Deixe um comentário