Chefe de facção criminosa que atuava no AM é preso em operação da PC em Sergipe

Lana Honorato/PC-AM
Manaus Alerta
Postado por Manaus Alerta

A Polícia Civil do Amazonas, por meio do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), em conjunto com a Polícia Civil de Sergipe, deflagraram nessa quinta-feira (21), no município de Simão Dias, naquele estado, operação que resultou no cumprimento de mandado de prisão em nome de Enilton Cordovil Coelho, 36, que era conhecido como “Roleta”, investigado por homicídios, tráfico de drogas e por ser apontado como um dos líderes de uma organização criminosa que atua no Amazonas.

A ação, coordenada pelo secretário de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), coronel Louismar Bonates, pela delegada-geral da Polícia Civil do Amazonas, Emília Ferraz, e pelos delegados Rafael Allemand e Marna de Miranda, diretor e diretora-adjunta, respectivamente, do DRCO, foi desencadeada em conjunto com policiais civis do Complexo de Operações Policiais Especiais (COPE) de Sergipe.

A delegada-geral da Polícia Civil do Amazonas explicou que a ação, que resultou no cumprimento de mandado de prisão em nome de Enilton, foi a terceira fase da operação “Contra-Ataque”, deflagrada na última semana na capital.

“Nessa quinta-feira foi deflagrada mais uma fase da operação ‘Contra-Ataque’, dessa vez no interior do estado de Sergipe, que culminou no cumprimento do mandado de um membro importante de uma facção criminosa. Foi uma operação bastante exitosa, pois foram tirados de circulação, ao todo, 13 integrantes desse grupo criminoso”, destacou Emília Ferraz.

Investigação

Conforme o delegado Rafael Allemand, diretor do DRCO, Enilton era o principal alvo da operação “Contra-Ataque”. Allemand explicou que “Roleta”, estava atuando no Amazonas como um dos líderes de uma facção criminosa. De acordo com as investigações, o infrator também coordenava as ameaças aos policiais militares que atuam na área do bairro Compensa, além de organizar as fugas de detentos dos presídios da capital.

“O infrator, além de ser procurado no Amazonas, também era procurado no estado do Ceará. Ele era considerado o ‘número um’ de uma facção criminosa que atua no Amazonas. Era responsável por arquitetar os ataques a membros de facções rivais, bem como organizava as fugas de detentos dos presídios do Amazonas, inclusive chegou até a gente com quem ‘Roleta’ estaria organizando um plano para explodir um prédio de um dos presídios da capital”, destacou Allemand.

O diretor do DRCO informou que, durante a operação, “Roleta” reagiu à abordagem policial e, após intenso tiroteio, o infrator foi baleado. Após ser socorrido e levado para uma unidade hospitalar daquele município, o infrator veio a óbito. “No momento da abordagem ele reagiu e foi alvejado. Foi levado para o hospital e veio a óbito”, disse.

Com informações da assessoria