Ciama e Sebrae articulam parceria institucional para projetos na capital e interior do AM

FOTOS: Divulgação

Motivada pelas já anunciadas reformas econômicas e administrativas que o país vem passando, as parcerias entre os setores público e privado vêm ganhando espaço no mundo como forma de viabilizar a implantação de projetos de desenvolvimento econômico ou social, sem repasse de recursos públicos.

E para uma conversa preliminar sobre parceria, o presidente da Companhia de Desenvolvimento do Estado do Amazonas (Ciama), Aluizio Barbosa, recebeu, na manhã desta quarta-feira (22), o analista da Unidade de Articulação e Relações Institucionais do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Vicente Schettini, acompanhado da superintendente da Rede Amazônia de Inovação e Empreendedorismo (Rami), Jane Moura.

Conforme Schettini, entre a área de atuação da Ciama, voltada ao desenvolvimento dos municípios, também está os interesses do Sebrae, que pode oferecer serviços voltados ao empreendedorismo, bioeconomia, inovação tecnológica e acesso ao crédito.

“A ideia é afinarmos uma aliança estratégica para atuar em cooperação técnica com a Ciama, não somente na capital, mas principalmente no interior, onde percebemos que a Companhia tem uma forte atuação”, disse.

O presidente da Ciama demonstrou entusiasmo na aproximação entre projetos da Companhia e os do Sebrae. “A Ciama encontra-se aberta para firmar parcerias e, daqui a uns 15 dias, iremos nos reunir com a presidência do Sebrae para estreitar ainda mais esta possibilidade”, finalizou Barbosa, acrescentando que a maior vantagem dessas parcerias está na colaboração entre as instituições em um esforço conjunto de promover o desenvolvimento.

RAMI

Atuando em parceria com o Sebrae, a Rede de Inovação e Empreendedorismo da Amazônia (Rami), associação civil de direito privado sem fins econômicos, também demonstrou interesse em firmar parceria com a Ciama.

De acordo com a superintendente da Rami, Jane Moura, a instituição atua no fortalecimento do empreendedorismo e da inovação, por meio da integração de seus associados com instituições diversas, agências de fomento, apoiando o desenvolvimento local e regional.

*Com informações da assessoria