Cidades

Cigás registra crescimento de 572% na base de unidades consumidoras no segmento residencial

Foto: Divulgação/Cigás

Investimentos realizados pela Companhia de Gás do Amazonas (Cigás) garantiram crescimento de 572% da base de unidades consumidoras contratadas no segmento residencial de 2018 até o ano passado. Essa evolução demonstra a eficácia do plano de expansão da rede de gás natural adotado pela Companhia.

De dezembro de 2017 a dezembro de 2020, o segmento residencial passou de 649 unidades consumidoras para 4.364. Estes clientes estão distribuídos nos bairros Nossa Senhora das Graças, Adrianópolis, Aleixo, Distrito Industrial, Chapada, Dom Pedro, Parque 10 e Parque das Laranjeiras e utilizam o gás natural para cocção de alimentos e aquecimento de água.

A crescente adesão de consumidores residenciais ocorre em virtude da economicidade em comparação com outras fontes de energia. O síndico do condomínio residencial Castello da Villa, o contador Carlos Afonso Martins, ratifica a redução de custos como um dos principais benefícios. Ele ressalta ainda que estão utilizando o gás natural fornecido pela Cigás há cinco meses, sem que tenha ocorrido nenhum tipo de problema no fornecimento, e que a maior segurança proporcionada pela redução de riscos de acidentes é outro fator fundamental.

Dados mais recentes do Boletim Mensal de Acompanhamento da Indústria do Gás Natural, do Ministério de Minas e Energia, corroboram esse cenário, indicando que o preço do gás natural praticado pela Cigás para residências é o quarto mais competitivo em nível nacional. Também atraem a atenção dos consumidores o fornecimento contínuo e o pagamento pelo serviço disponibilizado pós-consumo, o que confere maior transparência.

Este desempenho reforça a relevância do papel da Cigás na garantia da universalização do serviço de distribuição e comercialização de gás natural, no estado, com isonomia de tratamento aos usuários, independente do porte financeiro, e modicidade tarifária.

Englobando todos os demais segmentos atendidos pela Cigás, o crescimento das unidades consumidoras de gás natural, no triênio, foi de 502%, totalizando 4.590 clientes até dezembro de 2020.

Investimentos em 2021 

Neste ano, a Cigás prevê investimento da ordem de R$ 37,8 milhões em 2021. O objetivo é dar continuidade à trajetória de expansão da oferta de gás natural no Amazonas. A estimativa é de construção de 33,7 quilômetros de Rede de Distribuição de Gás Natural (RDGN). Até dezembro de 2020, os investimentos totais da Companhia foram da ordem de R$ 576 milhões, em valores corrigidos, para uma rede de gasodutos de 149 quilômetros de extensão.

Resultados alcançados 

A concessionária atua ainda nos segmentos termoelétrico, industrial, veicular (GNV) e comercial. A manutenção do serviço, no contexto desses outros segmentos, assegura a geração de energia elétrica para a capital e os municípios de Coari, Anamã, Codajás, Caapiranga e Anori; garante o funcionamento de mais de 50 empresas do Polo Industrial de Manaus (PIM), bem como beneficia centenas de estabelecimentos comerciais, além de cinco postos de combustíveis contratados, com três já em operação.

Com informações da assessoria