Cinco quelônios e 50 ovos de tracajá são apreendidos pela Base Arpão

Foto: Divulgação/SSP

Neste sábado (05/09), os agentes ambientais e os policiais civis e militares que atuam na Base Arpão, da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), localizaram cinco quelônios, 50 ovos de tracajá e cerca de 10 quilos de pirarucu durante fiscalização a uma embarcação em Coari (a 363 quilômetros de Manaus). Ninguém foi preso.

As espécies protegidas por lei foram localizadas dentro da embarcação Comandante Natal. Os animais apreendidos foram devolvidos ao seu habitat natural.

A Lei de Crimes Ambientais (9.605/98) proíbe matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória, sem a permissão, licença ou autorização da autoridade competente. A multa é de R$ 5 mil por unidade apreendida, segundo o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Integração – Criada pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), a Base Arpão atua de forma integrada com efetivos das Polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Federal, Força Nacional, Secretaria de Operações Integradas (SEOPI), do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis, além de médicos, dentistas e enfermeiros.

A ação ocorre em conjunto com a Operação “Hórus”, um dos eixos do Programa Nacional de Segurança de Fronteiras e Divisas (Vigia), do Ministério da Justiça.

Além de denúncias ao 181, o disque-denúncia da SSP, é possível repassar informações às equipes da Base através do WhatsApp (092) 98435-6203.

Com informações da assessoria