CNBB critica aborto de menina estuprada pelo tio: ‘Assassinato de um bebê’

Foto: André Coelho

presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, dom Ricardo Hoepers, publicou um artigo criticando a decisão judicial que autorizou a interrupção da gravidez de uma menina de 10 anos vítima de estupro em São Mateus (ES).

O bispo classifica o aborto legal como “assassintato de um bebê de mais de cinco meses” e “crime”. A informação sobre o tempo de gestação, no entanto, não foi confirmada oficialmente nem pela Justiça, nem pelo hospital onde o procedimento seria feito.

Leia a matéria completa no Metrópoles, parceiro do Portal Manaus Alerta