Curiosidades

Conheça a triste história do homem que está preso nessa máquina desde 1952

Redação
Postado por Redação

Um homem dos Estados Unidos acabou tendo uma doença muito grave quando era criança, o que o obrigou a ficar boa parte de seus dias trancado dentro de uma cápsula, para poder sobreviver.

Por causa do imenso surto de poliomielite que aconteceu nos Estados Unidos na década de 50, Paul Alexander acabou sendo infectado quando tinha 5 anos de idade. Ao acompanhar o avanço da doença em seu pequeno corpo, o médico notou que ele não iria conseguir respirar mais sozinho, por isso lhe colocou dentro de um pulmão de aço.

Hoje ele é uma das poucas pessoas que precisa usar um pulmão artificial para se manter vivo.

Porém o caso de Paul foi diferente, porque na época o único instrumento capaz de salvar sua vida era uma cápsula de 360 quilos de ferro puro, que conseguia criar o movimento dos pulmões no corpo.

Ele passou por tanto tempo preso a essa máquina, que seu corpo perdeu o costume de respirar inconscientemente, e hoje para que ele possa dar algumas saídas ele precisa estar o tempo todo respirando de forma consciente.

Hoje, com muito esforço ele pode dar algumas saídas de no máximo 8 horas, mas precisa estar sempre coordenando suas respirações de acordo com seus afazeres.

Mas, Paul não desistiu da vida, e mesmo com essa característica pessoal, ele conseguiu se formar em direito na Universidade do Texas, e agora exerce a função de advogado criminal.

Assista um vídeo que conta melhor a jornada desse exemplo de persistência.

Confira:

Fonte: Zip Grupos

Deixe um comentário