Política

Construção de ‘puxadinho’ na CMM é barrada na Justiça após ação de Amom e Guedes

Foto: Robervaldo Rocha/Dircom/CMM

O verador Amom Mandel anunciou pelas redes sociais na tarde desta sexta-feira (17), que foi suspensa a construção de um anexo no prédio da Câmara Municipal de Manaus (CMM), que vem sendo alvo de polêmica. A obra estava orçada em quase R$ 32 milhões e foi autorizada pelo presidente da casa vereador David Reis.

“Conseguimos. Acabamos de barrar a construção do puxadinho da Câmara na justiça, ao menos por enquanto. E vamos continuar lutando incessantemente”, publicou o parlamentar. Amom disse ainda que não deve recuar juntamente com o colega vereador Rodrigo Guedes. “Não recuaremos nem um milímetro do nosso posicionamento. Obrigado, Rodrigo Guedes”.

Leia também: Vereador quer construir novo prédio para CMM no valor de R$ 31,9 milhões

 

Portal Manaus Alerta