Contratos do Hospital Delphina Aziz são apresentados a membros da CPI da Saúde

Foto: Rodrigo Santos/ Susam

Os contratos da Secretaria de Estado de Saúde (Susam) relacionados ao Hospital e Pronto-socorro Delphina Aziz, unidade referência no Amazonas para tratamento do novo coronavírus, foram apresentados nesta quarta-feira (12), aos membros da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Saúde, da Assembleia Legislativa do Amazonas durante visita à unidade.

Os deputados estaduais Wilker Barreto e Delegado Péricles foram recebidos pelo diretor do hospital, José Luiz Gasparini; pela secretária executiva adjunta do Fundo Estadual de Saúde (FES), Nívia Barroso; pela assessora jurídica da Susam, Camila Melo; e pela assessora técnica da secretaria, Nayara Maksoud.

Os deputados tiveram acesso aos processos relacionados ao hospital, entre eles aqueles que dizem respeito aos serviços prestados durante o período da pandemia da Covid-19, e puderam esclarecer dúvidas, além de conhecerem a estrutura da unidade. Os documentos foram disponibilizados fisicamente e também em nuvem, para que possam acessar os documentos digitalmente.

Para a secretária do FES, Nívia Barroso, a visita dos deputados ao Hospital Delphina Aziz foi muito produtiva. “Hoje, foi importante porque os deputados da CPI conheceram a estrutura do Delphina, além de entender e saber que ele está 100% pronto, com todos os leitos operando, com a capacidade total e o parque de imagens plenamente funcionando”, ressaltou.

A secretária acrescentou ainda que os deputados tiveram a oportunidade de conhecer um pouco da proposta da Susam para a utilização do hospital. “Os deputados puderam conferir isso (a estrutura do hospital) pessoalmente, puderam entender e tirar todas as suas dúvidas sobre os contratos, com relação à estrutura e com relação ao que se pretende para o Delphina no pós-covid”.

Para o deputado Péricles, presidente da CPI, é perceptível o esforço que a Secretaria de Saúde tem realizado para melhorar o sistema de saúde do Estado.

Delphina Aziz – O Hospital Delphina Aziz saiu de 132 leitos, dos quais 50 eram de UTI, para mais que o dobro. Hoje, são 350 leitos, entre clínicos e de terapia intensiva.

No final do mês de julho, o secretário interino de Saúde, Marcellus Campêlo, esteve na unidade hospitalar, onde foi discutido o plano de ação para a retomada dos atendimentos do Hospital Delphina Aziz no pós-pandemia. O objetivo é reforçar o sistema de saúde e promover a redução de filas para consultas e cirurgias.

A unidade tem 36 mil metros quadrados de área construída e 80 mil metros quadrados de área total. A estrutura conta ainda com 11 salas cirúrgicas e um parque tecnológico para realização de exames de Endoscopia, Colonoscopia, Ultrassonografia, Ressonância Magnética, Tomografia Computadorizada, RX Telecomandado, cardiologia com exame de mapa holter, esteira ergométrica, eletrocardiograma, ecocardiograma e mamografia.

Contratos do Hospital Delphina Aziz sendo apresentados a CPI da Saúde

(*) Com informações da Secretaria de Estado de Saúde (Susam)