Corpo de Bombeiros capacita moradores do Jorge Teixeira em ‘Salvamento Aquático’

Foto: Michell Mello/Secom
Manaus Alerta
Postado por Manaus Alerta

O Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM) promoveu, nesta sexta-feira (14), na piscina do Centro de Educação de Tempo Integral (Ceti) Elisa Bessa Freire, um treinamento em Salvamento Aquático para moradores do bairro Jorge Teixeira, zona leste de Manaus, como parte da programação da segunda edição do “Muda Manaus”. A capacitação foi direcionada a 30 participantes, sendo 10 professores e 10 alunos do Ceti; além de 10 comunitários que concluíram o curso de Brigadista de Incêndio e foram certificados durante o programa.

 

O treinamento busca trabalhar, principalmente, a prevenção de acidentes aquáticos. “O objetivo é capacitá-los para que eles possam, futuramente, ser multiplicadores. A gente está passando para eles a questão da conscientização, quanto mais pessoas nós tivermos conscientizadas de como a gente deve se comportar em ambientes aquáticos, mais vai colaborar para reduzir os números de pessoas afogadas no nosso estado. Todos os anos temos um número muito grande de pessoas que vêm a óbito por conta de afogamento. Esse número poderia ser reduzido caso as pessoas fossem mais conscientes e atuassem de forma preventiva”, explica o sargento Leandro Nunes, instrutor do curso.

Na parte teórica da capacitação, a equipe do Corpo de Bombeiros falou sobre a cadeia de sobrevivência e o passo a passo de como agir diante de um caso de afogamento. Na piscina, a turma executou as técnicas aprendidas.

“Muita gente não sabe, mas a última coisa que se deve fazer quando se deparar com uma pessoa que está em processo de afogamento é entrar em contato com essa pessoa porque, nesse caso, ao invés de ter uma vítima, podemos ter duas. A gente segue a cadeia de sobrevivência, que é a pessoa primeiro atuar de forma preventiva; quando a prevenção falhou, a pessoa reconhece uma situação em que alguém está passando por afogamento e vai procurar oferecer ajuda”, frisou o sargento.

Geração de renda

O módulo de Salvamento Aquático foi um complemento do curso de Brigadista de Incêndio, realizado pelo Corpo de Bombeiros durante o “Muda Manaus”, que alcançou 31 moradores do Jorge Teixeira. Depois de obter a qualificação, alguns dos participantes já conquistaram oportunidades de trabalho e renda extra, para compor o orçamento familiar.

É o caso do serralheiro Arleson Henrique, que vai trabalhar como brigadista em eventos de Carnaval realizados no bairro. “Vai melhorar bastante, vai ajudar, já que eu trabalho como serralheiro, mas eu não tenho um emprego fixo. Atuando como brigadista lá (nas bandas e blocos de Carnaval), eu sei que praticamente todos finais de semana a gente vai ter uma renda extra no nosso orçamento”, comemorou.

O curso de Brigadista de Incêndio teve carga horária de 20h/aula, com disciplinas teóricas e práticas, dentre elas Extintores Portáteis e Mangueiras, Técnicas de Extinção de Incêndios e Atendimento Pré-Hospitalar (APH). Os participantes receberam certificados das mãos do governador Wilson Lima no segundo dia do programa (07).

Ações contínuas

Em sua segunda edição, o “Muda Manaus” concentrou a maioria das ações entre os dias 6 e 8 de fevereiro, mas as equipes do Governo do Estado seguem realizando atividades na comunidade.

“Nosso programa é sistemático, então apesar dos três dias, em que foi o evento propriamente dito, nós continuamos. Não só o Corpo de Bombeiros, mas a SSP (Secretaria de Segurança Pública), dando continuidade às instruções, serviços e outras ações que cada órgão achou pertinente colocar em pauta”, ressaltou a tenente Raquel Praia, coordenadora das ações do CBMAM destinadas ao “Muda Manaus”.

Sobre o programa

Criado com o objetivo de reduzir a vulnerabilidade social e melhorar a qualidade de vida da população na capital do estado, o “Muda Manaus” atendeu mais de 30 mil pessoas durante três dias de evento na segunda edição, no bairro Jorge Teixeira, na zona leste. Ao todo, 24 órgãos da administração estadual ofereceram serviços nas áreas de Saúde, Infraestrutura, Justiça e Cidadania com o objetivo de diminuir a vulnerabilidade social em um dos bairros mais populosos da capital.

No total, foram 30.143 pessoas atendidas desde o dia 13 de janeiro, quando iniciaram os pré-atendimentos. A próxima edição acontecerá no bairro Monte das Oliveiras, zona norte de Manaus.

*Com informações da assessoria 


Deixe um comentário